MOMENTO FERNANDO PESSOA


Momento imperceptível,

Que coisa foste, que há:

Já em mim qualquer coisa

Que nunca passará?


Sei que, passados anos,

O que isto é lembrarei,

Sem saber já o que era,

Que até já o não sei.


Mas, nada só que fosse,

Fica dele um ficar

Que será suave ainda

Quando eu o não lembrar.




Não sou nada.

Nunca serei nada.

Não posso querer ser nada.

À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.