MOMENTO FERNANDO PESSOA


Aguardo, equânime, o que não conheço -

Meu futuro e o de tudo.

No fim tudo será silêncio, salvo

Onde o mar banhar nada.




Não sou nada.

Nunca serei nada.

Não posso querer ser nada.

À parte isso, tenho em mim todos os sonhos do mundo.